Lançamentos Abril 2020

Atualizado: 29 de Mai de 2020

Mesmo em meio à pandemia, a produção dos artistas de Sergipe, surpreendentemente, não para


por Alisson Mota



Açocena - Fuleragem, o Fim (live session)

O novíssimo trio lançou no começo de abril seu primeiro material. O vídeo da session é o primeiro de três da série Aos Vívidos. Você pode conferir os detalhes do lançamento aqui. Aproveite e confira também a apresentação da banda no aCorde Sessions.


Allen Alencar - Rastro (Música para Dois Poemas)

No seu novo EP, Allen musicou dois poemas: um de Bruno FSC e outro de Lobo Guará. O resultado é o que o próprio músico classifica como o meio do caminho entre o seu último álbuns, Esse não é um bom verão para nós (2019) e seu trabalho vindouro. O trabalho conta com a participação do baterista e também sergipano Dudu Prudente.


Arauto - Manual de Libertação III

Fechando a trilogia Manual de Libertação, o grupo Arauto lançou a faixa final no final de abril. Já veio música e clipe no mesmo balaio. Rap de mensagem e rimas cortantes da melhor qualidade, com um vídeo muito bem feito. Pra cima!


Clara de Noronha - Da Selva pro Mar e Vice-Versa

A poeta, MC e zineira lançou seu primeiro EP. Da Selva pro Mar e Vice-Versa é a compilações de cinco composições de Clara, baseada principalmente nas experiências enquanto mulher na sociedade e, especialmente, no rap. A produção dos beats ficou por conta de JB.


Dialeto Nordestino - Mãe D'Água

A Dialeto Nordestino lançou seu primeiro clipe também em abril. Mãe D'Água foi uma realização do projeto Valorize-SE, realizado por estudantes de Comunicação Social da Universidade Federal de Sergipe. A canção remete à Iara, a deusa indígena das águas, e ao forró pé-de-serra. Baseado na cultura tradicional, a Dialeto consegue fazer, ainda assim, um som com identidade própria.


Felipe Nunes - Entropykos

Em seu ótimo EP de estreia, o sergipano radicado no Rio Grande do Norte, Felipe Nunes, explora as temáticas e a sonoridade ancestrais com fortes referências na música contemporânea, numa síntese de vanguarda. Leia mais sobre o trabalho aqui.


lllucas - KIT/processo

Urbano mas concebido na calma do interior, KIT/processo aborda essas e outras dicotomias. Com influências do trap de Travis Scott e da neopsicodelia de Connan Mockasin, a dupla composta por Lucas Rochas e Caio Campos apresenta avanços na sonoridade e na estética abordadas na mixtape anterior, Creme Azedo (2018). O novo trabalho conta com dois singles que já foram lançados: Azul e Meias Novas Esquentam Mais do que Abraços.


Mahuike feat. Thiago Ruas - Aquilo que Cura

O cantor e compositor lançou sua parceira com Thiago Ruas no clipe que foi ao ar na metade de abril. O vídeo aborda a realidade do isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19 e traz pequenos vídeos da realidade de várias pessoas durante o isolamento.


MAUA - The Passage

O death metal da MAUA continua evoluindo. Foi lançado em abril o vídeo de session no estúdio da gravação do single The Passage, que chegou às plataformas digitais em janeiro. É interessante observar a influência de bandas do novo cenário mundial, como Gojira.


neo rasta - Decorando o Tempo

O produtor lançou o primeiro single do seu próximo álbum. Decorando o Tempo foi produzida já durante a pandemia.


Taco de Golfe - Nó sem Ponto II

Em abril o power trio lançou o single e o álbum Nó sem Ponto II, muito bem avaliado pela crítica especializada no país todo. Você pode conferir os detalhes do trabalho aqui.


E pra quem se pergunta o porquê de ser Nó sem Ponto II, já que a primeira parte nunca foi lançada pela banda, a resposta está aqui.


Taya - Tipo Iansã Encontrando Obaluaê

Taya lançou o primeiro single do seu próximo álbum, Renasço. A faixa foi produzida pela própria cantora e compositora no seu celular, através do app GarageBand.

Vivico - Sabotage

Victor Hugo (Skabong, Tody's Trouble Band) inaugurou no comecinho de abril seu projeto solo, Vivico, com o lançamento do single Sabotage. Beats minimalistas e letras em inglês numa atmosfera lo-fi marcam a composição.