Dialeto Nordestino - Página de Amor feat. Izabel Nascimento

Atualizado: Jan 10

Grupo lança música em parceria com a cordelista Izabel Nascimento


por Alisson Mota




O amor enquanto semente que germina: é essa a ideia da parceria do grupo de forró Dialeto Nordestino com a cordelista Izabel Nascimento. Página de Amor teve seu clipe lançado no final de abril e chegou nas plataformas digitais na data mais propícia possível: 12 de junho, Dia dos Namorados e véspera de São Pedro.


A canção foi composta em conjunto. A composição é da vocalista da Dialeto Nordestino, Pacha Nordestina. Izabel Nascimento escreveu o poema Teu Sorriso especialmente para a parceria. O trabalho foi gravado com uma formação mais ampla da banda, que geralmente se apresenta em trio.


Arte da capa: José Lima

Além do acordeon (Maycon Klifson), zabumba (Sol Gabriel) e triângulo (Pacha Nordestina), em Página de Amor a banda conta com Marla Rabello (coro), Lucas Caribé (guitarra), Lisa Boersma (baixo) e Willyane Corumba (percussão).


O videoclipe foi inteiramente gravado no Mercado Antônio Franco, entre a Passarela das Flores e a Banca João Firmino Cabral, pontos de encontro dos apaixonados e dos cordelistas e poetas populares, respectivamente.



Ficha Técnica

Poema: TEU SORRISO - Izabel Nascimento

Música: PÁGINA DE AMOR - Pacha Nordestina


Pacha Nordestina – Voz e Triângulo

Marla Rabello – Coro

Sol Gabriel – Coro e Zabumba

Maycon Klifson - Acordeon

Lucas Caribé - Guitarra

Lisa Boersma - Baixo

Wilyane Corumba – Percussão


Produção videoclipe: Gonara Filmes

Produção musical: Dialeto Nordestino

Mixagem e masterização: Usina Estúdio



Página de Amor

Dialeto Nordestino feat. Izabel Nascimento


Bem-te-vi no meu quintal cantando a toa

Que brisa boa pra saudar o meu amor

Beija-flor no meu quintal trouxe garoa

Regando as flores que meu coração plantou

Passarinho saiu do ninho buscando a vida

Criou histórias enquanto sobrevoou

Voltou cedo para contar pros meninos

Da linda rosa a quem ele encantou


Teu sorriso entoa um canto

Do tipo que quando entoa

Reluz teu jardim de encanto

Onde o meu ser sobrevoa


Canção em tons de mil cores

Sons dos amores vibrantes

O dialeto das flores

Junto aos pássaros cantantes


A brisa que nunca atrasa

No anunciar da aurora

O teu sorriso é a casa

Onde o meu coração mora


Bem-te-vi no meu quintal cantando a toa

Que brisa boa pra saudar o meu amor

Beija-flor no meu quintal trouxe garoa


Regando as flores que meu coração plantou

Passarinho saiu do ninho buscando a vida

Criou histórias enquanto sobrevoou

Voltou cedo para contar pros meninos

Da linda rosa a quem ele encantou


Sobre as mais lindas histórias esquecidas

Te trago agora uma página de amor

Terra molhada, flor, semente que germina

Saudosa menina conhecida beija-flor